Das aventura de “go green”

Nessa onda de passar a usar apenas produtos cruelty-free (ou seja, de marcas que não realizam testes em animais e que utilizam materiais de fornecedores que também não testam), passei a prestar mais atenção à composição dos produtos também. Isso porquê os blogs e sites de produtos cruelty-free também trazem toda uma onda de produtos veganos e naturais. Uma coisa passa a puxar a outra e você vai se interessando cada vez mais por essa área (e se aterrorizando com algumas boas verdades também…). Comecei, então, a ficar muito, mas muito, impressionada com a quantidade de produtos químicos que a gente coloca na pele todos os dias!

Logo eu, uma beauty junkie (aparentemente, espero) incurável, comecei a ficar horrorizada com o que estava descobrindo sobre o até então lindo e maravilhoso mundo das maquiagens…

Continue Reading

Going cruelty-free

Em mais um capítulo dessa fase “vivendo com um propósito”, comecei a perceber que havia algo de errado na minha coleção de maquiagens. “Algo”, não! “Algos”, muitos “algos”.

Primeiro, a quantidade. Ok que eu sou uma verdadeira vi-ci-a-da por maquiagem, adoro experimentar novos produtos, texturas e cores, além de usar maquiagem quase que diariamente. Mas com a quantidade de coisas que eu possuo, fica impossível usar tudo até o final e os produtos acabam passando da validade antes mesmo de serem usados alguns pares de vezes… Resultado? Lá vou eu contribuir para aumentar ainda mais o lixo deste mundo (como se já não houvesse o suficiente).

Continue Reading

Consumo consciente: de onde vêm as suas coisas

Com a limpa feita no armário e a “doutrinação” diária que venho adotando recentemente no sentido de ter uma postura mais consciente em relação ao consumo e à minha relação com as coisas, uma das linhas dessa postura diz respeito à origem das coisas que consumimos. Começou com as roupas e depois fui passando a pensar melhor na origem dos produtos de beleza, higiene e até mesmo dos equipamentos e demais utensílios que temos em casa.

Não é de hoje que sabemos das condições de semi-escravidão (ou até mesmo escravidão) em que vivem muitas pessoas, inclusive crianças, que trabalham em inúmeras confecções de roupas mundo afora. Por isso, você sabe a origem da roupa que você está usando hoje?

Continue Reading

Viver mais com menos

Desde estes últimos post aqui e aqui, vim pensando bastante no caminho que a vida vinha tomando e no caminho que também o país está tomando. Nestes últimos meses, durante o processo de recuperação da minha mini crise financeira (“mini” considerando o cenário macro da crise financeira em que todos vivemos, mas uma MEGA crise, considerando apenas o meu mundinho), comecei a me questionar mais sobre se algo “realmente vale a pena”. Não vou negar que Marie Kondo realmente me ajudou nesse processo.

Continue Reading

Episódio 1 #100diassemcompras

Hoje, dia 6 de abril, fazem exatamente 3 semanas que estou sem comprar nada. Não faço idéia de como serão as próximas semanas, mas já posso dizer que estas últimas (principalmente a última) foram simplesmente horríveis.

Primeiro, porque foram semanas bem difíceis em termos de trabalho e carreira, com muitos questionamentos e ansiedades, coisas que não davam certo, ou que eu terei que esperar para ver algum resultado… E justamente em dias como esses, não poder despejar tudo em uma comprinha de “eu mereço” é muito difícil. Muito mesmo!

Continue Reading

Beauté em tempos de crise

Comecei a ler blogs, mais ou menos, em 2007, 2008. Naquela época, obviamente, tudo era muuuuito mais amador. Isso significa que a indústria de bens de consumo ainda não via os blogs de moda e de beleza como mais um veículo de propaganda, como é hoje. Mas, apesar de também interessante, não é essa a discussão que eu gostaria de trazer hoje…

Lá pelos idos de 2008, 2009, Estados Unidos e Europa enfrentavam uma das piores crises econômicas da história. Aqui no Brasil, como disseram, nada passou de uma “marolinha”, mas o tsunami no exterior foi real. Nesse contexto, muitos blogs estrangeiros que eu acompanhava na época começaram a trazer tags e temas muito coerentes com o momento que todos estavam atravessando. Quem lia blogs nessa época vai lembrar bem de tags como “Shopping my stash” e “Project 10 pan“, entre muitos outros. 

Continue Reading

A beleza da economia

Meu pai sempre foi freak por poupança. Os conselhos dele sempre foram “junte dinheiro, junte dinheiro”, como se o mundo fosse acabar amamnhã. Ok, meus pais viveram em um país muito diferente daquele que eu vivi até agora. Inflação alta, crise econômica, moeda fraca…

Continue Reading